Irrigacana reuniu grande público para debater a irrigação na cultura da cana.

Irrigacana reuniu grande público para debater a irrigação na cultura da cana.

Mais de 300 representantes de usinas, entidades setoriais, centros de pesquisa e empresas do segmento participaram do Irrigacana – I Seminário Brasileiro de Irrigação de Cana-de-Açúcar com Água, realizado em Ribeirão Preto, no Centro de Eventos Pereira Alvim, nos dias 29 e 30 de outubro. Com organização da RPA Consultoria e a realização do Grupo de Irrigação e Fertirrigação de Cana-de-Açúcar- GIFC, o seminário apresentou ex-periências de sucesso de irrigação em usinas da região Centro-Sul e Nordeste do Brasil, bem como em países como Austrália e Índia, e debateu a importância da irrigação da cana como ferramenta indispensável para o aumento da produtividade dos canaviais.
Para o presidente do GIFC, Marco Viana, o seminário foi um sucesso. “A grande participação do público, o alto nível e a diversidade dos temas das palestras, apresentações e debates mostram que o GIFC atingiu seus objetivos. Conseguimos comprovar o valor e importância da irrigação para o aumento da produtividade do setor e promover a troca de experiências bem-sucedidas entre profissionais de usinas do Centro-Sul e Nordeste e também do exterior, e entre pesquisadores de destaque no segmento”, avalia Viana.
Na programação do Irrigacana, cerca de 20 representantes do setor sucroenergético brasileiro e internacional apresentaram palestras e participaram de uma mesa de debate. O evento também contou com uma área de exposição, com a presença dos patrocinadores ouro NaanDanJain, Netafim e Raesa, e patrocinadores prata Agrosystem e Petrofisa, a Irrigazine apoiou o evento como mídia parceira.
No último dia do evento foi realizado um debate com executivos de importantes empresas agrícolas que foram unânimes em reconhecer que as usinas necessitam investir mais em irrigação. O debate foi me-diado pelo diretor da RPA Consultoria, Ricardo Pinto, e contou com a presença de Cassio Paggiaro (Diretor Agrícola da Clealco), Tereza Peixoto (Diretora Agrícola da Biosev), Célio Manechini (Assessor de Tecnologia do Grupo São Martinho), Fernando Benvenuti (Gerente Corporativo de Engenharia Agrícola e Geotecnologias da Raízen) e Marco Viana (presidente do GIFC).