Conheça o Sistema Nacional de Informações sobre Irrigação (SINIR).

Conheça o Sistema Nacional de Informações sobre Irrigação (SINIR).

Já está em funcionamento e pode ser acessado por qualquer cidadão brasileiro, o primeiro módulo do Sistema Nacional de Informações sobre Irrigação (SINIR), um dos instrumentos da Política Nacional de Irrigação. Qualquer pessoa pode fazer com facilidade o cadastro (eu fiz) e em alguns segundos ter acesso a dados nacionais e setorizados sobre irrigação.
Neste primeiro módulo um de seus componentes é o Sistema de Informações sobre os Projetos Públicos de Irrigação (SISPPI), que contém informações gerais dos projetos, tais como, vias de acesso, localização geográfica, área irrigável, área irrigada por método e sistema de irrigação, principais culturas exploradas, valor bruto de produção, organização de produtores e cooperativas existentes no projeto, dentre outras informações.
Fiz uma simulação e pedi um gráfico da distribuição da área cultivada por cultura, no Projeto Maniçoba de 1967 a 2014 e olhem o resultado.
Com o Sinir o objetivo é armazenar dados confiáveis sobre agricultura irrigada em todo país, que possam servir de apoio à gestão estratégica em instituições públicas e privadas, atuantes no âmbito das políticas da agricultura irrigada.
Esse primeiro módulo consiste em consolidar as informações dos projetos públicos de irrigação do país. Ao disponibilizar estas informações, a gestores, agentes públicos e a sociedade civil, O SISPPI fornece subsídios para elaboração dos planos de irrigação, avaliação e classificação dos projetos públicos de irrigação, disseminação de práticas que levem ao êxito dos projetos e planejamento da expansão da agricultura irrigada.
O SINIR é resultado da promulgação da nova Política Nacional de Irrigação (Lei nº 12.787/2013, seu gerenciamento das informações será de responsabilidade do Ministério da Integração Nacional e duas de suas vinculadas, Codevasf e Dnocs.